Sobre Aloysio Wannick ( Sr. Wannick)

Esse foi o Cara!
Nascido em 02/12/1902, Aloysio, nasceu em Sergipe, filho de Etelvina e Ceciliano Wannick, foi o cara de verdade.
Não havia quem não gostasse desse homem, bondade em forma de humano.
 Muito culto gostava da política, e tinha amizades com pessoas muito influentes, nunca tirando proveito da situação, a veia artística da família também veio dele, ator de teatro encenava peças com suas filhas, foi dono de cinema, donde desenvolveu na família o gosto pela arte.
Funcionário Público Federal, foi empreendedor em muitos ramos, adquiriu muitos bens,mas não os acumulou, pois doava, tudo a quem precisasse.  Conta a história que certa vez, era proprietário de um bar e mercearia, que era muito rentável, mas aconteceu que um fregues do bar matou outro dentro do estabelecimento, Sr. aloysio nem pensou duas vezes, passou a mão em seu chapéu, e disse- aqui eu não piso nunca mais.
Era bem a cara dele, apreciador e participante da Doutrina Kardecista, priorizava a vida, acima de qualquer coisa. Nunca deixou de ajudar ninguém, nunca levantou a mão para nenhuma de suas 4 filhas biológicas, seus outros 3 filhos adotivos e nem para seus netos que ajudou a criar, mas bastava um olhar e todos o respeitavam, casado com Abbadia viveu só para sua família.
Quando fecho os olhos ainda o vejo sentado na cozinha lendo, com seus dedos amarelados pela nicotina do cigarro, um palito do lado da boca, cantarolando o Tema de Lara.


Bem isso é só umas poucas lembranças desse que foi para todos que tiveram a felicidade de o conhecer, "O Cara que só fez o Bem, e deixou muitas mas muitas saudades e exemplo de caridade  ".
* 02.12.1902 + 14.09.1977

Uma humanidade otimista, vive contente de viver mesmo sabendo que um dia ira morrer!
Frase muita dita por Aloysio Wannick.
Autor: Desconhecido.
Proibido copiar ou reproduzir fotos e textos, sem autorização, de acordo com a lei nº9.610de19.02.1998.

Aloysio Wannick e sua esposa Abbadia Camargo Wanick
Seus pais Ceciliano e Etelvina Wannick
Sua Família
Título de Sócio Honorário do Comercial Esporte Clube, de Três Lagoas, MS, concedido a Aloysio Wanick, homenagem prestada por ter sido Aloysio, o benfeitor que do-ou o terreno para a construção do Clube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores